sexta-feira, 17 de junho de 2011

Dois Barcos - Los Hermanos

Dois Barcos - Los Hermanos
Composição: Marcelo Camelo

Quem bater primeiro a dobra do mar
Quem primeiro se afastar do outro (comparando a vista do horizonte no mar)

Dá de lá bandeira qualquer
Manda só um último adeus

Aponta pra fé e rema (...)
E segue o seu caminho e sua intuição, e o instrumental nos sugere que já se passou algum tempo

É, pode ser que a maré não vire
Pode ser que o acaso (maré) me afaste...

Pode ser do vento vir contra o cais
...ou me aproxime de você

E se já não sinto os teus sinais
E quando eu não tiver mais notícias tuas

Pode ser da vida acostumar... Será?
Pode ser que eu me acostume... Ou não?

Morena, sobre estar só eu sei
Nos mares por onde andei devagar
Aprendi com a solidão sem pressa

Dedicou-se mais o acaso a se esconder
O acaso o afastou de tudo

E agora o amanhã, cadê?
E ele se pergunta para onde seu destino o levará

Doce o mar perdeu o meu cantar
E a sua angústia é que poderia ter dado tudo a ela

8 comentários:

  1. Música tão bela, pedaços de mim, de nós. Lugar em que letra e música reúnem nossa desconhecida humanidade e toca do e e suave do ser.
    Ouça-a várias vezes ao dia e me delicia uma alegria da vida.

    ResponderExcluir
  2. Música tão bela, pedaços de mim, de nós. Lugar em que letra e música reúnem nossa desconhecida humanidade e toca doce e suave o ser.
    Ouça-a várias vezes ao dia e me delicia uma alegria da vida.

    ResponderExcluir